quinta-feira, 25 de maio de 2017

Campeonato de Ollie Vinil Alternativo - Olinda Skate Contest 2017



A Brazilian Skate Culture, e a Associação Pernambucana de Skate - APS realizarão neste domingo, 28 de Maio de 2017 - a partir das 08h00 o OLLIE VINIL Olinda Skate Contest 2017 High & Distance, válido pela 1ª Etapa do Circuito Pernambucano OLLIE MAN OPEN 2017 - LITORAL - AGRESTE - SERTÃO, com o Incentivo Desportivo da Prefeitura Municipal de Olinda e apoio de várias marcas do seguimento.

O evento - que é de um ineditismo nacional e que tem a aprovação da CBSK (Confederação Brasileira de Skate) na realização de um circuito dessa modalidade – O Campeonato acontecerá no Ginásio Poliesportivo da Vila Olímpica, Rio Doce, Olinda, Pernambuco.

O OLLIE VINIL Olinda Skate Contest 2017 High & Distance, válido pela 1ª Etapa do Circuito Pernambucano OLLIE MAN OPEN 2017 - LITORAL - AGRESTE - SERTÃO abrirá especialmente nesta intervenção cerca de 40 vagas, na faixa etária OPEN, cuja participação será feita através da doação de 1kg de alimento não perecível (nas opções: Arroz, Feijão ou Macarrão, exceto SAL), que serão doados a uma entidade filantrópica municipal, uma vez que esse é um projeto totalmente social, sem fins lucrativos, participante do Programa SK8 SOLIDÁRIO, com a finalidade precípua de promover, divulgar e realizar um torneio de skate para futuros atletas, ou simplesmente cidadãos praticantes desse esporte urbano.

A competição será disputada no sistema de baterias com todos os quarenta atletas inscritos numa disputa de três Ollie para cada competidor, na Fase Eliminatória. Em cada ollie o competidor deverá ultrapassar a altura que for definida pelo Juiz-Avaliador e atingir uma distancia caindo na base e sem colocar os pés no chão na volta do ollie.

A Fase FINAL continuará dentro do mesmo sistema utilizado na Fase Eliminatória, até que saiam os vencedores dos 1º, 2º e 3º lugares.

Ainda nesta 1ª Etapa - haverá um Insert-Event com degustação de lanches na abertura e no entremeio do evento para os skatistas inscritos, além de sorteios de brindes dentre os skaters-competidores.

O OLLIE VINIL Olinda Skate Contest 2017 High & Distance, válido pela 1ª Etapa do Circuito Pernambucano OLLIE MAN OPEN 2017 - LITORAL - AGRESTE - SERTÃO oferecerá uma premiação acima de R$ 1.900,00 para os vencedores dos , e 3º lugares


quarta-feira, 17 de maio de 2017

O Garage Skatepark reabre as portas para o Primeiro Campeonato de Skate Marands

Neste sábado, 20 de maio, o Garage Skatepark abre as portas outra vez... O motivo, é que vai rolar o Primeiro Campeonato de Skate Marands. O evento vai contar com as categorias Iniciante e Feminino (R$ 15,00 Inscrição), Amador e Master (R$ 30,00 Inscrição), premiação do 1º ao 5º colocado. As competições começam as 13h e a entrada custa R$10,00. Além do campeonato, a noite vai rolar shows das bandas Black Bird e Funky Monks (Tributo ao Red Hot Chilli Peppers), e a Real barbearia vai tá cuidando do look da galera.  
  

Mais Informações:  
https://www.facebook.com/garageskateparkcaruaru/

https://www.facebook.com/marandsoficial/

sexta-feira, 5 de maio de 2017

PE na Lixa e Olho na Lente com Well "Gordo"



Wellington Rodrigues “Well Gordo”
32 anos,18 de skate e 5 anos fotografando   
Local da Cidade de Camaragibe
 


 P&P  - Porque fotografar skate ?
Well – Porque são duas coisas que já fazem parte da minha vida há muito tempo, pois ando de skate desde os quatorze anos e quando era mais novo, eu ajudava meu pai que era fotógrafo, então só fiz juntar minhas duas paixões. 


P&P – Qual a diferença do skate/skatistas dos anos 90, quando você começou a andar, para os de hoje em dia?
Well - Acho que o grande diferencial seja a união, a gurizada de hoje em dia não se juntar pra fazer um obstáculo, criar algum pico novo, na verdade, até os picos que já existem os caras deixam acabar. A galera das antigas tinha mais união e atitude para fazer  as coisas acontecerem. 


P&P – Se você pudesse escolher um skatista e um pico para fotografar, quais seriam?
Well – Pô, sempre fui a fim de fazer uma foto de Adelmo Jr. mandando alguma manobra no monumento "Espaço Cósmico" do artista Yutaka Toyotada, que fica na Praça da Sé no Centro de São Paulo.

 
P&P – O que falta em Pernambuco para os fotógrafos também serem reconhecidos como ferramenta essencial no mercado de skate?
Well – Falta muita coisa, aqui o mercado de skate é fraco, o cara tem quer viajar muito e colar em diferentes eventos fora do estado, fazer contatos onde chega. De 2012 para cá, já fotografei alguns campeonatos profissionais, viajei e fiz contato em Aracaju/SE, Fortaleza/CE e outras cidades por onde passei. Ficar só aqui em Pernambuco não dá não, o skate aqui para fotografia é fraco, tem que fazer por amor mesmo. 
 

P&P - Influencias no skate e na fotografia?
Well – No skate é Og de Souza e na fotografia é Júlio Detefon e Pablo Vaz. 

P&P – Prefere fotografar em Rua ou Skatepark?
Eu prefiro rua, que tem um diferencial, mas rua aqui é fraco, aí termino fazendo muita foto em pistas e campeonatos. 



P&P  - Se fosse escolher apenas uma foto de skate feita por você, qual escolheria?
Well - Uma que eu tirei de Anderson Neném em 2014, durante o Circuito Venice no Parque dos Cajueiros em Aracaju/Sergipe.

P&P   - Quando se fala de skate em Camaragibe, logo lembramos da Praça Coimbral...Qual a importância desse lendária pico para você.
Well – A Praça Coimbral foi o meu primeiro pico de skate, foi lá que aprendi 80% das manobras, onde fiz vários amigos (E inimigos também) rsrsrs, não só de Camaragibe, mas de outras cidades e estados quem vinham andar na praça.

P&P – Andar de skate e entender o lifestyle faz diferença na hora de fotografar?
Well - Acho que a gente tá um passo a frente, pois conhecemos bem o que estamos fotografando, muitas vezes já sabemos o que o cara vai mandar, pelo jeito que o skatista chuta a manobra, temos um noção se ele vai acertar ou errar. Compreendemos que nem sempre a manobra vai sair, mesmo com ele tentando várias vezes... Hoje em dia tem muita gente comprando equipamento bom pra fotografar, câmera, flash e lente, mas isso também não faz do skatista um bom fotógrafo, ajuda, mas não é tudo, algumas vezes o cara com uma visão boa, tira fotos massa até com câmera de celular.


P&P – O que você acha que o skatista deve fazer pra divulgar seu skate?
Well - O cara tem usar bem as redes sócias, chamar a galera para fazer fotos e vídeos, aproveitar e divulgar nas mídias, porque hoje em dia muita gente anda de skate e a concorrência é grande, então o cara tem que mostrar coisa nova, cola em pico de rua novo, mostrar seu skate, mas sem se esquecer da mídia impressa, ser eternizado numa foto de revista é massa, ainda tem gente que ler e coleciona revista.

P&P )Pergunta Polemica)- O que é mais chato, o skatista que fica opinando na hora da foto (Ângulo, lente, luz) ou aquele que mal deixa o cara chegar da sessão e já fica cobrando as imagens?.
Well – Com certeza é aquele que mal deixa o cara chegar em casa cansado da sessão e já fica perguntando quando vou postar as fotos rsrsrsrs.

Fotos da matéria: Acervo pessoal de Well "Gordo", Bruno Costa, Cesar "Formiguinha", Marcos França, Dewide Araujo, Tharcy Silva.

terça-feira, 2 de maio de 2017

ROLÉ DE NOTICIAS #34-Maio



Na semana passada aconteceu no Rio de Janeiro, o OI STU Open, campeonato que reuniu na Praça do Duó, skatistas amadores e profissionais do mundo todo. Na disputa da categoria amador, os oito melhores colocados, ganhariam vaga para disputar a gorda premiação junto com os profissionais. Estavam na competição, os pernambucanos Marcelo Batista, Luís Pardal e Victor Bob, que terminou em terceiro lugar na categoria amador, garantindo a vaga para a fase seguinte com os profissionais. Mesmo não conseguindo ir para a final do Oi STU Open, Bob deixou todos orgulhosos em ver um representante pernambucano em terceiro lugar numa disputa com 72 skatistas amadores de todo o Brasil.



Essa semana foi anunciada a data do Go Skate Day Recife 2017, o evento também divulgou a nova estampa das camisas que em breve estarão a venda. Curta a pagina oficial do Go skate day, que logo menos serão anunciado o cartaz com local e atrações.


No domingo, sete de maio, acontece na Vila Olímpica de Rio Doce, o The Battle Of Rio Doce #1. Um campeonato no formato Game Of S.K.A.T.E., com inscrições no valor de R$ 5 reais. O dinheiro arrecadado será revertido para a colocação de mais cantoneiras nas bordas do pico da Vila Olímpica.



No sábado, 20 de maio, vai rolar na Praça Duque de Caxias/Oyama Skatepark (Av.Getúlio Vargas, orla de Casa Caiada), o Oyama Skate Game Of. O campeonato contará com uma disputa de melhor manobra e outra de Game Of S.K.A.T.E., com inscrições custando R$ 7 reais.  



O skate no interior de Pernambuco não para, agora foi a cidade de Toritama que anunciou mais um evento para o dia 21 de maio. O Segundo Campeonato Toritama Skate Park vai acontecer na Academia da Cidade (PE-90, Independente, Toritama,PE), com um disputa de melhor manobra nas categorias Mirim, Iniciante, Feminino e Amador, além de shows de Hardcore e Surf Music.


A marca HD SKT lançou uma nova coleção de shapes para 2017. Interessou-se? Eles entregam em qualquer skatepark de Recife, é só entrar em contato pela pagina oficial da HD.

O canal NaFolga colocou no ar, mais um vídeo da série “Conta Tua história”, o skatista escolhido para contar um pouco da sua história no carrinho, foi o skatistas olindense Cauã Borges, mais conhecido com Kaolho... Confere o vídeo recheado de manobras e muitas ideias legais sobre o skate.