quinta-feira, 8 de junho de 2017

Pernambucano Marcelo Batista "Shrek" fecha o vídeo carioca "Baoboá"

Demorou, mas a espera acabou, finalmente podemos ver o vídeo do skatista pernambucano Marcelo Batista "Shrek" desvirginando de Fiffty-Fiffty o cabuloso corrimão da Rocinha no Rio de Janeiro.  A foto foi publicada em 2016 na edição #066 da Revista Vista e agora você confere a manobra na integra, fechando o ótimo vídeo BAOBÁ, que conta com nomes de peso do skate brasileiro.

Há referências sobre a árvore Baobá como a primeira árvore do mundo e o batuque africano a primeira música. Neste vídeo essa relação foi constituída. O estalar da madeira do skate foi relacionado aos ritmos africanos numa edição que dialogou e unificou esses dois universos, buscando preservar atitudes e sentimentos de união tribal dos primeiros skatistas. Seguindo essa relação, o vídeo visou estabelecer, dentro de uma estética de vídeo experimental, o encontro orgânico entre a música africana e o universo do skate, fazendo com que a música se apresentasse como personagem no contexto do vídeo junto à estética da animação, a cor laranja e os inserts com temas africanos.


Direção: Renan Carvalho 

Skatistas: Airam Pinheiro, Ace, André Paiva, André Viana, Arthur Guedes, Austen Zombres, Bernardo Rodrigues, Big Milk, Brenno Bronzi, Bruno Pirex, Colibri, Danilo Diehl, Dentinho, Dig, Eduardo Pujol, Dwayne Fagundes, Rodrigo Esquisito, Fernandinho Chami, Fred Arruda, Gabriel Dornelles, Gabriel Gomes, Gregori Bastos, Guilherme Cruz, Raphael Índio, James Capps, Jabari Pendlenton, Jhon, Jhou Silva, Kustela, Leandro Chami, Lennon Frassetti, Léo Rodrigues, Libanês, Lucca Dutra, Ludi, Magno Coelho, Marcello Gouveia, Marcelo Batista, Mini dead, Pedro Dezzen, Pedro Gino, Rodrigo Braga, Ramon, Renan Carvalho, Renan monteiro, Robinho junior, Romulo Reynaud, Eduardo Pessanha Stuart, Vaskin Angelo, Victor Puro osso, Wagner Sliva e Zeni.

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Dia do Skate em Caruaru - Edição 2017

No domingo 18 de junho de 2017, os skatistas da cidade de Caruaru, no interior de Pernambuco, irão realizar a quarta edição da festa em comemoração ao Dia Mundial do Skate. O evento que vai rolar à partir das 13h em frente ao Shopping Difusora, contará com Campeonato de Ollie aberto a todas categorias, Best Trick (melhor Manobra) na categoria Iniciante e Feminino... Animando ainda mais a festa, shows com ESGRIMA e DJ SUKA.

Apoio: Jazz Skateshop e Indie Sports Media

quinta-feira, 1 de junho de 2017

GO SKATE DAY RECIFE 2017 - Vá à festa e entenda!!!



Chegou o tão esperado mês de junho, e junto com ele vem Go Skate Day Recife 2017, a maior  festa do skate pernambucano em comemoração ao dia mundial dele, o carrinho viciante, a taubinha com rodas, sk8 para os mais íntimos.
Nesta oitava edição do evento, que acontece no domingo 18 de junho, mais uma vez contará com disputas de best trick’s a partir das 13h, skateata saindo da Praça do Marco Zero do Recife as 16h , sem esquecer do bumburim mortal e shows pra lá de especiais a partir das 16h no Skatepark da Aurora. Atrações como a banda Olindense OS CACHORROS, comemorando 25 anos de muito Hardcore, a irreverente MATALANAMÃO, o Punk Rock da Johnny 13 e o Rap do grupo IBURA BAGDÁ vão agregar valor musical a grande festa. Mas não podemos deixar de falar sobre a venda das camisas oficias do Go, pois é com a grana arrecadada com elas, que pagamos os custos do evento, impressão de cartazes, som dos shows, adesivos e moto de som que já acompanha a skateata desde 2011. 
Quem já foi a alguma edição, sabe que é um evento único na cidade, arrastando mais de mil skatistas pelos picos e pistas do Recife. Para quem nunca participou, vá e tire suas próprias conclusões, pois só quem está lá curtindo junto com a grande família skateboard, sabe a vibe que é o Go Skate Day Recife.    
 Camisa à venda
Loja Vinil Alternativo (Rua Sete de Setembro)
Onze Onze Tattoo Shop - (Rua por trás do Cinema São Luiz)
Henrique HC - WhatsApp (99757-1484) 

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Campeonato de Ollie Vinil Alternativo - Olinda Skate Contest 2017



A Brazilian Skate Culture, e a Associação Pernambucana de Skate - APS realizarão neste domingo, 28 de Maio de 2017 - a partir das 08h00 o OLLIE VINIL Olinda Skate Contest 2017 High & Distance, válido pela 1ª Etapa do Circuito Pernambucano OLLIE MAN OPEN 2017 - LITORAL - AGRESTE - SERTÃO, com o Incentivo Desportivo da Prefeitura Municipal de Olinda e apoio de várias marcas do seguimento.

O evento - que é de um ineditismo nacional e que tem a aprovação da CBSK (Confederação Brasileira de Skate) na realização de um circuito dessa modalidade – O Campeonato acontecerá no Ginásio Poliesportivo da Vila Olímpica, Rio Doce, Olinda, Pernambuco.

O OLLIE VINIL Olinda Skate Contest 2017 High & Distance, válido pela 1ª Etapa do Circuito Pernambucano OLLIE MAN OPEN 2017 - LITORAL - AGRESTE - SERTÃO abrirá especialmente nesta intervenção cerca de 40 vagas, na faixa etária OPEN, cuja participação será feita através da doação de 1kg de alimento não perecível (nas opções: Arroz, Feijão ou Macarrão, exceto SAL), que serão doados a uma entidade filantrópica municipal, uma vez que esse é um projeto totalmente social, sem fins lucrativos, participante do Programa SK8 SOLIDÁRIO, com a finalidade precípua de promover, divulgar e realizar um torneio de skate para futuros atletas, ou simplesmente cidadãos praticantes desse esporte urbano.

A competição será disputada no sistema de baterias com todos os quarenta atletas inscritos numa disputa de três Ollie para cada competidor, na Fase Eliminatória. Em cada ollie o competidor deverá ultrapassar a altura que for definida pelo Juiz-Avaliador e atingir uma distancia caindo na base e sem colocar os pés no chão na volta do ollie.

A Fase FINAL continuará dentro do mesmo sistema utilizado na Fase Eliminatória, até que saiam os vencedores dos 1º, 2º e 3º lugares.

Ainda nesta 1ª Etapa - haverá um Insert-Event com degustação de lanches na abertura e no entremeio do evento para os skatistas inscritos, além de sorteios de brindes dentre os skaters-competidores.

O OLLIE VINIL Olinda Skate Contest 2017 High & Distance, válido pela 1ª Etapa do Circuito Pernambucano OLLIE MAN OPEN 2017 - LITORAL - AGRESTE - SERTÃO oferecerá uma premiação acima de R$ 1.900,00 para os vencedores dos , e 3º lugares


quarta-feira, 17 de maio de 2017

O Garage Skatepark reabre as portas para o Primeiro Campeonato de Skate Marands

Neste sábado, 20 de maio, o Garage Skatepark abre as portas outra vez... O motivo, é que vai rolar o Primeiro Campeonato de Skate Marands. O evento vai contar com as categorias Iniciante e Feminino (R$ 15,00 Inscrição), Amador e Master (R$ 30,00 Inscrição), premiação do 1º ao 5º colocado. As competições começam as 13h e a entrada custa R$10,00. Além do campeonato, a noite vai rolar shows das bandas Black Bird e Funky Monks (Tributo ao Red Hot Chilli Peppers), e a Real barbearia vai tá cuidando do look da galera.  
  

Mais Informações:  
https://www.facebook.com/garageskateparkcaruaru/

https://www.facebook.com/marandsoficial/

sexta-feira, 5 de maio de 2017

PE na Lixa e Olho na Lente com Well "Gordo"



Wellington Rodrigues “Well Gordo”
32 anos,18 de skate e 5 anos fotografando   
Local da Cidade de Camaragibe
 


 P&P  - Porque fotografar skate ?
Well – Porque são duas coisas que já fazem parte da minha vida há muito tempo, pois ando de skate desde os quatorze anos e quando era mais novo, eu ajudava meu pai que era fotógrafo, então só fiz juntar minhas duas paixões. 


P&P – Qual a diferença do skate/skatistas dos anos 90, quando você começou a andar, para os de hoje em dia?
Well - Acho que o grande diferencial seja a união, a gurizada de hoje em dia não se juntar pra fazer um obstáculo, criar algum pico novo, na verdade, até os picos que já existem os caras deixam acabar. A galera das antigas tinha mais união e atitude para fazer  as coisas acontecerem. 


P&P – Se você pudesse escolher um skatista e um pico para fotografar, quais seriam?
Well – Pô, sempre fui a fim de fazer uma foto de Adelmo Jr. mandando alguma manobra no monumento "Espaço Cósmico" do artista Yutaka Toyotada, que fica na Praça da Sé no Centro de São Paulo.

 
P&P – O que falta em Pernambuco para os fotógrafos também serem reconhecidos como ferramenta essencial no mercado de skate?
Well – Falta muita coisa, aqui o mercado de skate é fraco, o cara tem quer viajar muito e colar em diferentes eventos fora do estado, fazer contatos onde chega. De 2012 para cá, já fotografei alguns campeonatos profissionais, viajei e fiz contato em Aracaju/SE, Fortaleza/CE e outras cidades por onde passei. Ficar só aqui em Pernambuco não dá não, o skate aqui para fotografia é fraco, tem que fazer por amor mesmo. 
 

P&P - Influencias no skate e na fotografia?
Well – No skate é Og de Souza e na fotografia é Júlio Detefon e Pablo Vaz. 

P&P – Prefere fotografar em Rua ou Skatepark?
Eu prefiro rua, que tem um diferencial, mas rua aqui é fraco, aí termino fazendo muita foto em pistas e campeonatos. 



P&P  - Se fosse escolher apenas uma foto de skate feita por você, qual escolheria?
Well - Uma que eu tirei de Anderson Neném em 2014, durante o Circuito Venice no Parque dos Cajueiros em Aracaju/Sergipe.

P&P   - Quando se fala de skate em Camaragibe, logo lembramos da Praça Coimbral...Qual a importância desse lendária pico para você.
Well – A Praça Coimbral foi o meu primeiro pico de skate, foi lá que aprendi 80% das manobras, onde fiz vários amigos (E inimigos também) rsrsrs, não só de Camaragibe, mas de outras cidades e estados quem vinham andar na praça.

P&P – Andar de skate e entender o lifestyle faz diferença na hora de fotografar?
Well - Acho que a gente tá um passo a frente, pois conhecemos bem o que estamos fotografando, muitas vezes já sabemos o que o cara vai mandar, pelo jeito que o skatista chuta a manobra, temos um noção se ele vai acertar ou errar. Compreendemos que nem sempre a manobra vai sair, mesmo com ele tentando várias vezes... Hoje em dia tem muita gente comprando equipamento bom pra fotografar, câmera, flash e lente, mas isso também não faz do skatista um bom fotógrafo, ajuda, mas não é tudo, algumas vezes o cara com uma visão boa, tira fotos massa até com câmera de celular.


P&P – O que você acha que o skatista deve fazer pra divulgar seu skate?
Well - O cara tem usar bem as redes sócias, chamar a galera para fazer fotos e vídeos, aproveitar e divulgar nas mídias, porque hoje em dia muita gente anda de skate e a concorrência é grande, então o cara tem que mostrar coisa nova, cola em pico de rua novo, mostrar seu skate, mas sem se esquecer da mídia impressa, ser eternizado numa foto de revista é massa, ainda tem gente que ler e coleciona revista.

P&P )Pergunta Polemica)- O que é mais chato, o skatista que fica opinando na hora da foto (Ângulo, lente, luz) ou aquele que mal deixa o cara chegar da sessão e já fica cobrando as imagens?.
Well – Com certeza é aquele que mal deixa o cara chegar em casa cansado da sessão e já fica perguntando quando vou postar as fotos rsrsrsrs.

Fotos da matéria: Acervo pessoal de Well "Gordo", Bruno Costa, Cesar "Formiguinha", Marcos França, Dewide Araujo, Tharcy Silva.